Quantos passaram por aqui:

quarta-feira, maio 23, 2012

Sei lá

Meio assim, sei lá
o que quero, nem mesmo eu sei
pensei abrir uma garrafa de vinho
mas beber sozinho não vai cair bem.


Meio assim, sei la
pensei em andar pelas ruas
mas to tão assim, sei lá
que pensei, fazer o que andando na rua
com todo o caos que está por lá.

Meio assim, sei lá
coloquei um disco pra rodar
mas as músicas que tocavam
nem eram as que eu queria escutar.

Meio assim, sei lá
pensei em pegar o carro
sair pra passear, andar por ai, andar
mas o transito ta todo parado
por causa de uma greve que fizeram por lá


Meio assim , sei-la
pensei em deitar numa cama
ligar a TV, sei lá
mas na TV tem tanta porcaria
que eu não iria aguentar.

Meio assim, sei lá
pensei em deitar em seu colo,
suas mãos, meus cabelos acariciar
mas você nem tem este tempo
para me dar, então, sei lá.


3 comentários:

  1. Muito lindo o seu poema.
    Me sinto assim frequentemente...
    Parabéns

    ResponderExcluir